Biblioteca

O corpo humano é a mais complexa e perfeita máquina criada por Deus!

 

Esta máquina é dotada de um cérebro – o mais perfeito e extraordinário “computador”, com cerca de 100 bilhões de neurônios. Responsável pelo perfeito funcionamento de todo o corpo, recebe, acumula e processa todas as informações externas e envia as respostas instantaneamente para a harmonização dos componentes dessa extraordinária máquina.

 

 É capaz de aumentar ou diminuir o batimento cardíaco, estimular reflexos como o de respirar, sentir dor, diferenciar o frio do quente, etc.

 

Quando bem alimentado, e não agredido por elementos nocivos, este “hardware humano” é capaz de criar maravilhas, como o cinema, o avião, os livros, a penicilina, a televisão, os satélites e tantas utilidades que fazem a felicidade de seu semelhante.

 

Além de tudo, o ser humano é a única criatura com condições de transformar a natureza para o bem ou para o mal.

 

Na plenitude da sua consciência, o ser humano é capaz de praticar atos de solidariedade e compaixão para com o seu semelhante.

 

Assim, por analogia, o que diferencia um ser humano de outro é o “software” com que seu “hardware” é abastecido.

Ou seja, bons programas propiciarão boas e conscienciosas atitudes, ao passo que maus programas resultarão em más e prejudiciais atitudes.

 

Através do conhecimento técnico e científico, o homem, para o seu conforto e facilidade do desempenho cotidiano, cria máquinas que funcionam como sua extensão e que permitem agilização e praticidade de tarefas com vantagem sobre a condição humana.

 

Assim, máquinas de grande e médio porte, como tratores, locomotivas, automóveis, aviões, etc., e pequenos inventos, como máquina de escrever, telefone, liquidificador, etc., foram criados, através dos tempos, por mentes privilegiadas e que muito contribuíram para o desenvolvimento e o conforto do ser humano.

 

Inteligência artificial

 

Mas o homem, não satisfeito, ousadamente passou também a criar máquinas pensantes.

Assim surgiram os computadores, os robôs e uma série de outras máquinas que auxiliam o homem, não só de maneira mecânica, mas também raciocinando.

 

Com o auxílio dessas máquinas, uma só pessoa pode fazer o trabalho de várias, aumentando a eficiência e encurtando o tempo da tarefa. Além disso, essa tecnologia permite reduzir erros e executar operações que não seriam capazes de ser feitas à mão.

 

O importante é que essas máquinas e esses softwares são capazes de aprender e operar sem supervisão humana e são utilizados de forma crescente na indústria. Com a mesma eficiência são empregados em bancos e empresas de telemarketing.

 

Saiba mais

 

As novas tecnologias têm provocado reações contrárias, pelas suas características, a inteligência artificial não poderia ficar fora dessa discussão.

 

A evolução e a sofisticação das máquinas pensantes têm provocado instigantes discussões sobre o perigo que poderiam vir, algum dia, a representar - se não superarem, pelo menos se equipararem à capacidade humana de pensar, refletir e decidir.

 

Os estudos levantam uma série de questões éticas, econômicas e de segurança, ao mesmo tempo em que não se negam eficiência e praticidade das máquinas inteligentes.

 

A título de comparação, registrem-se as opiniões abalizadas, mas contrárias, de dois importantes cientistas da atualidade.

 

O britânico Stephen Hawking, um dos mais respeitados físicos da atualidade, previne: “O desenvolvimento de uma inteligência artificial completa poderia significar o fim da raça humana”.

 

Por outro lado, Eric Horvitz, importante diretor de pesquisa da Microsoft, considera exagerada a preocupação com a perda de controle da inteligência artificial, e minimiza: “Acho que seremos proativos na hora de lidar com esses sistemas.” Para Horvitz, a humanidade se beneficiará da inteligência artificial em todas as áreas da vida, como ciência, educação, economia e no dia a dia, sem o risco de ser superada por ela.

 

Vamos pesquisar

 

Para melhor compreender a forma pela qual surgiu o primeiro computador, recomenda-se assistir ao filme O Jogo da Imitação, que é baseado na história real do lendário criptoanalista inglês, Alan Turing, o pai da computação moderna e que narra a tensa corrida contra o tempo do cientista e sua brilhante equipe, em um projeto para decifrar os códigos de guerra nazistas e contribuir para o final do conflito, que, estima-se, foi antecipado em 2 anos, poupando 15 milhões de vidas.

 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

 

Aqui você encontra os principais assuntos da atualidade, para te auxiliar em seus estudos, pesquisa, trabalhos escolares, concursos, enem e vestibular.

                 COPYRIGHT 2018 - Portal da Biblioteca Virtual

      CRIAÇÃO AleHost.com.br

Portal da Biblioteca Virtual

Conteúdo atualizado diariamente!